As crianças como o futuro para transformar o papel da mulher na sociedade

criança

Você sabia que o trabalho de ONGs focadas na proteção às crianças pode ter tudo a ver com a transformação do papel da mulher na sociedade? Inclusive, aquelas que combatem o trabalho infantil.

Tudo porque, ainda que o Brasil tenha caído algumas posições no ranking de igualdade de gênero, é fundamental que saibamos como reverter esse cenário e, assim, desenvolver uma situação de equidade entre homens e mulheres.

Portanto, se o Brasil se encontra, agora, na 95ª posição (em uma lista com 149 países), é elementar o estado de emergência que nos encontramos para estabelecer novos parâmetros sociais justos.

E você sabia que isso pode ter efeito — imediato, em médio e em longo prazo — com a atenção especial que damos às nossas crianças?

Confira, aqui, como as crianças são um dos grandes pilares para transformar o papel da mulher na sociedade!

O papel das crianças na sociedade e na igualdade de gênero

Convenhamos: as crianças são o futuro da sociedade, do país e do mundo, por consequência. Tudo aquilo que fazemos em médio ou longo prazo é preparado para que elas assumam a dianteira, no futuro, e contribuam com o planejamento de um lugar melhor para todos!

Só com isso, já podemos entender o valor que elas têm no trabalho incessante de igualdade de gênero. Se, hoje, o país perdeu algumas posições no ranking, como acima citado, amanhã podemos recuperar e avançar nessa mesma listagem a partir de atitudes que começamos a tomar agora.

Portanto, o nosso trabalho atual consiste em servir como elemento inspirador e educacional para que as crianças entendam, desde o berço, que o papel da mulher começa e termina onde ela quiser, e não onde querem que elas desempenhem a sua participação.

O papel atual da sociedade na educação de uma criança

Hoje em dia, ainda percebemos que as mulheres recebem, em média, menos do que os homens — mesmo que elas ocupem os mesmos cargos e tenham as mesmas responsabilidades no ambiente de trabalho.

O mesmo podemos ver, por exemplo, na região nordeste do país, onde as mulheres acumulam muito mais tarefas domésticas do que os homens.

Por isso, é hora de reveremos comportamentos e posturas retrógrados para que as nossas crianças aprendam mais a respeito dessa igualdade tão batalhada, atualmente.

Não por menos: nossas crianças aprendem, inicialmente, dentro de casa. Antes de irem à escola, elas veem, imitam e simulam comportamentos com base naqueles que elas percebem com os seus familiares.

O berço familiar, então, é a chave para que as nossas crianças aprendam cedo a valorizar as mulheres da mesma maneira que o homem tem o seu valor social. Em seguida, os pais e tutores legais devem se preocupar com a educação dessas jovens mentes.

Com base nisso, o futuro imediato já dá passos largos na direção de uma sociedade mais equilibrada, e na qual nós passamos a cuidar de pessoas, e não de gêneros de maneira segregada.

Quer dar um passo certeiro nessa direção? Então, compartilhe este post nas suas redes sociais, e faça com que mais pessoas entendam o valor das crianças na transformação do papel da mulher na sociedade!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *