Saúde da mulher: 5 exames de rotina fundamentais

saude da mulher no ginecologista

Para manter a saúde da mulher em dia, a mesma precisa visitar o médico para fazer check-ups anuais ou, caso faça algum tratamento hormonal, a cada seis meses. Esses exames podem acusar o câncer de colo de útero, de mama, alterações hormonais, irregularidades menstruais, entre outras doenças perigosas.

Além disso, se forem percebidos certas alterações no corpo, é ideal buscar auxílio médico quanto antes. É o caso de lesões vaginais, anais, sangramento intenso ou fortes dores abdominais, por exemplo. De qualquer forma, mesmo sem sintomas, é importante se prevenir.

Por isso, fizemos uma lista com alguns dos exames de rotina essenciais para a saúde da mulher. Confira!

1. Papanicolau

Deve ser feito a partir dos 18 anos, para antecipar um possível câncer cervical. Ele faz uma verificação do colo do útero e recolhe muco cervical para uma análise. Isso vai apontar se existem infecções por bactérias, fungos ou vírus, como o HPV, causador do câncer do colo de útero. Ainda, ele busca a presença de verrugas, lesões e escoriações que podem causar inflamação do canal vaginal.

2. Mamografia

Indicado para mulheres acima de 40 anos, que devem fazer, pelo menos, um exame por ano. Contudo, se houver histórico familiar de câncer de mama, indicação clínica ou alto risco, deve passar a ser feito a partir dos 35 ou antes. Ele verifica as mamas por meio de raio-X e não apresenta dores ou efeitos colaterais. Se existir suspeitas, o médico pode pedir uma biópsia ou outros exames mais específicos.

3. Toque Vaginal

Avalia a vagina, além do corpo e o colo do útero, trompas e ovários. Para ser realizado, a paciente deita-se na maca, na chamada posição ginecológica, com as pernas abertas. Então, o médico insere dois dedos na vagina, enquanto põe a mão sobre o abdômen para sentir o colo do útero. Ele visa o diagnóstico de cistos, endometriose, miomas, doença inflamatória pélvica, infecções e alteração no volume dos ovários, dentre outros diagnósticos.

4. Ultrassom transvaginal

Indicado para a detecção de miomas, cistos, tumores, além do câncer de endométrio e ovário. Consiste em uma ultrassonografia feita no interior da vagina, por meio de um pequeno bastão que emite ondas e possibilita a visualização em vídeo. Recomenda-se que seja feito a partir dos 40 anos ou sob conselho médico, por conta de algum sinal de risco.

5. Ultrassom pélvico

Realizado com a bexiga cheia e o aparelho acima do abdômen. É indicado para avaliar problemas na bexiga, ovários e úteros, além de verificar a posição de DIUs. Ele é importante para identificar doenças como: incontinência urinária; miomas; polipos e sangramentos no útero; endometriose; cistos no ovário; tumores, além de problemas menstruais e certos tipos de infertilidade.

Com tantos exames voltados para a saúde da mulher, não existem desculpas para não se prevenir. A maioria deles são simples e podem ser feitos em clínicas populares, que conseguem fornecer serviço de qualidade para a maioria da população. Por isso, fique atenta e marque o seu check-up na agenda para não deixar de fazer. Se cuide!

Se você tem dúvidas ou deseja dividir sua opinião sobre a saúde da mulher, deixe seus comentários e participe da conversa.